Escolha em qual região deseja encontrar o SECOVIMED?





05/11/2018

Aluguel diário de imóvel na praia no feriadão de 15 de novembro custa a partir de R$ 100,00

Diárias de R$ 100,00 é quanto vai custar o aluguel de casas do tipo quitinete em praias como Peruíbe e Itanhaém, no Litoral Sul, durante o fim de semana prolongado pelo feriado de 15 de novembro, em que se comemora a Proclamação da República. É o menor preço em oferta para o feriadão em 28 imobiliárias de 12 cidades pesquisadas pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo (CRECI/SP).

Imóveis maiores têm preços diferenciados nas três faixas do Litoral, com variações entre apartamentos e casas do mesmo padrão. O mais caro aluguel para esse feriado, dentre os 25 tipos de imóveis em ofertas nas imobiliárias consultadas, é o de casas de 4 dormitórios em praias do Litoral Norte, como Ubatuba e São Sebastião. O valor médio da diária está em R$ 1.900,00.

O que a pesquisa CRECI/SP apurou é que as diárias estão mais caras em comparação com o feriado prolongado do Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra, de novembro do ano passado. Houve aumento dos valores das diárias de 14 dos 23 tipos de imóveis comuns em oferta em 2017 e agora, e apenas dois ficaram com o valor estável.

A diária que mais aumentou foi a de casas de 1 dormitório nas praias de cidades do Litoral Norte. O valor médio subiu 223,5% ao passar de R$ 170,00 no ano passado para R$ 550,00 agora. No Litoral Central, onde estão Guarujá e Santos, o maior aumento da diária, de 117,39%, foi a dos apartamentos de 3 dormitórios – de R$ 460,00 para R$ 1.000,00. No Litoral Sul, aumentou 183,3% a diária média de casas de 1 dormitório – de R$ 150,00 para R$ 425,00.

Imóveis de mesmo padrão têm preço de diária diferenciado, dependendo da faixa de litoral em que estão situados, segundo a pesquisa CRECI/SP apurou. Apartamentos de 3 dormitórios saem por R$ 440,00 diários no Sul, R$ 1.000,00 no Centro e R$ 575,00 no Norte. As casas de 4 dormitórios que custam R$ 1.900,00 diários no Norte podem ser alugadas por R$ 1.400,00 no Centro e R$ 660,00 no Sul.

Cuidado na hora de alugar

“Há opções para todos os bolsos e para todo tipo de praia, desde as mais tranquilas do Sul até as mais agitadas do Litoral Norte, mas o mais importante, para evitar problemas e decepção, é alugar o imóvel escolhido com segurança, sem o risco de ser vítima de estelionatários”, alerta José Augusto Viana Neto, presidente do CRECI/SP. Ele faz o alerta porque à medida que os feriados prolongados vão se sucedendo e o verão se aproximando, a ação dos golpistas da locação se intensifica no Litoral.

“A imobiliária garante que o imóvel que será alugado estará mesmo disponível e será aquele que foi ofertado, e não um imóvel fantasma ou que o proprietário nem sequer pensou em alugar”, afirma Viana Neto. As imobiliárias e os corretores de imóveis são fiscalizados permanentemente e têm compromisso ético e moral com o cumprimento de suas obrigações profissionais.

“Os corretores de imóveis têm a missão de defender e proteger o cidadão contra esses picaretas e estelionatários que vivem de aplicar golpes no mercado imobiliário”, destaca Viana Neto, orientando que se procure sempre o Conselho quando houver dúvida sobre a lisura de negócios envolvendo imóveis, como o aluguel por dia em período de férias ou feriados.

Limitações na locação

Os proprietários dos imóveis em oferta nas imobiliárias pesquisadas pelo CRECI/SP estão alugando por período mínimo de três e máximo de 5 dias, mas os prazos sempre podem ser negociados.

O número de pessoas que admitem varia de acordo com o tamanho: até 10 nas casas de 2 dormitórios, até 15 nas de 3 dormitórios e até 20 nas de 4 dormitórios. Nos apartamentos, os limites são de até 4 para as quitinetes, até 6 pessoas para os de 1 dormitórios, até 10 para os de 2 dormitórios, até 15 para os de 3 dormitórios e até 16 para os de 4 dormitórios.

Fonte: Jornal Dia Dia

Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo.

* campos obrigatórios

Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo.

* campos obrigatórios

SEDE: Rua Doutor Pedrosa, 475 - Centro
Tel/Fax: (41) 3259-6000 - CEP 80420-120 - Curitiba - Paraná - Brasil

© 2013 Sistema SECOVI-PR. Todos os direitos reservados.