Escolha em qual região deseja encontrar o SECOVIMED?





05/04/2019

Cinco maneiras de evitar assaltos em condomínios.

O especialista em segurança, Amilton Saraiva, ensina maneiras de como evitar esse tipo de situação nos condomínios.
Shutterstock

Há criminosos de todos os tipos e perfis, prontos para fazer uma tentativa de assalto a um condomínio. Alguns são pratos cheios para eles, com acessos fáceis, poucos cuidados ou segurança especializada insuficiente. A maior chance de um assalto acontecer é por erro do próprio ser humano — seja o porteiro ou o próprio morador — que, desatento, acaba dando a primeira oportunidade para ser abordado pelo bandido.


O especialista em segurança, Amilton Saraiva, ensina maneiras de como evitar esse tipo de situação nos condomínios e que devem ser seguidas à risca, diariamente, como prevenção, e também o que se deve fazer em cada situação. 


Garagem e portaria 

Os moradores podem ser abordados quando entram no condomínio, seja pela garagem ou pela portaria de pedestres. O mais indicado é ter muita atenção quando chegar, verificar a movimentação, observar se tem algum carro suspeito parado e se tiver qualquer dúvida, ligar para a portaria para que eles acompanhem a sua entrada de forma segura. Evite falar ou mexer no celular. 

Prestadores de serviços 

É importante que os moradores deixem avisados o zelador e o porteiro, e que também deixem uma autorização com alguém no caso de alguma pessoa ou empregado precisar entrar no seu apartamento se estiver ausente. Por mais que se confie em funcionários da residência, por exemplo, eles podem, inocentemente, passar alguma informação para alguém de fora, e qualquer movimentação estranha ou suspeita deve ser imediatamente reportada. Para prevenir a entrada indesejada de mal-intencionados, pode-se instalar um sistema de segurança 24h, com alarmes e circuito interno de câmeras. 

Prevenção de assaltos 

É recomendável que os condomínios contratem empresas terceirizadas que sejam confiáveis, pois elas oferecem um treinamento especializado de atendimento, discrição e segurança preventiva. A empresa, profissional e especializada, realiza contratações após verificar o histórico profissional e pessoal do porteiro e também investiga possíveis antecedentes criminais, sua conduta e indicações. Quando contratados diretamente pelo condomínio, geralmente a admissão não dispõe de todos esses recursos, aumentando o risco de maus profissionais adentrarem em um ambiente onde a segurança deveria ser prezada e mantida.


Criminosos armados 

As regras de segurança estão sempre pautadas por algumas vertentes principais, sendo a primeira a prevenção para que não aconteçam ações criminosas e tentar evitar os riscos ao máximo. Quando acontece algum delito, com ou sem arma, a pessoa não deve reagir, ser o mais calma possível e não tentar nenhuma atitude isolada. O melhor é deixar acontecer, manter os ladrões tranquilos e depois resolver com a polícia. Nunca reaja! O mesmo vale para o funcionário, que não deve ser super-herói, prezando pela segurança dos moradores. Outra questão é que todo sistema de segurança possui um alerta que permite que outros funcionários chamem a polícia. 

Método seguro de acionamento de portões 

Sim, é possível clonar alguns controles! O único que não é clonável é o Linear. O melhor método é que se faça uma eclusa onde haja um intertravamento. Ou seja, só é possível abrir uma porta quando a outra estiver fechada. Isso por si só já causa um temor porque ninguém gosta de ficar preso entre portões.

Fonte: BQNDE 

Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo.

* campos obrigatórios

Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo.

* campos obrigatórios

SEDE: Rua Doutor Pedrosa, 475 - Centro
Tel/Fax: (41) 3259-6000 - CEP 80420-120 - Curitiba - Paraná - Brasil

© 2013 Sistema SECOVI-PR. Todos os direitos reservados.