Escolha em qual região deseja encontrar o SECOVIMED?





24/09/2018

Como viver em um novo mundo

As tecnologias digitais transformaram rapidamente a vida das cidades e mudaram as relações de trabalho e as formas de produção

A mensagem da Convenção Secovi-SP deste ano foi bastante clara: o mercado imobiliário não pode parar de se transformar. Na abertura, as discussões focalizaram o cenário político-econômico, cujo ambiente eleitoral está gerando incerteza interna e afastando a possibilidade de investimentos estrangeiros. Para contornar essa conjuntura, será preciso muita confiança e criatividade.

Afora isso, os painéis que se seguiram reforçaram a percepção da necessidade de as pessoas e as empresas ajustarem o olhar para as novas realidades e formas de trabalhar.

As tecnologias digitais transformaram rapidamente a vida das cidades e mudaram as relações de trabalho e as formas de produção, que ainda sofrerão inúmeras influências dessa nova ordem mundial. Diante disso, a criatividade vai ser matéria-prima na geração de produtos. Um exemplo apresentado durante o evento e que ilustra essa tendência é a de um hotel na cidade de Porto, em Portugal, cujos quartos minimalistas oferecem, nas paredes, trechos de contos de escritores portugueses. Habilidades consideradas passatempo, como a música, serão resgatadas e ganharão destaque no mundo corporativo.

E não será preciso temer o avanço da inteligência artificial, pois ela não substituirá a capacidade reflexiva do ser humano e a expansão da economia criativa.

Empreendimentos imobiliários criados com base na inteligência coletiva, que permite às pessoas opinarem acerca daquilo que querem em seus apartamentos e áreas comuns (crowdsourcing), serão realidade. O mesmo vale para o financiamento de projetos por meio da captação de recursos em plataformas on-line (crowdfunding), que até algum tempo atrás soava como utopia.

Escritórios compartilhados, que vieram na esteira da economia criativa e do compartilhamento, surgem como espaços inovadores para novos profissionais.

Os residenciais ganharam espaço de debate sob a ótica das habitações para o público sênior e a geração Z, enquanto os desafios de morar bem foram abordados por especialistas em comportamento do consumidor e da indústria automobilística.

As plataformas que conectam pessoas interessadas em hospedagem de curta temporada e proprietários de imóveis dispostos a ganhar dinheiro com essa modalidade de locação trouxeram um desafio às redes hoteleiras. A capacidade de o mercado imobiliário atender as duas pontas foi tema de um dos diversos painéis da Convenção.

O papel da mulher empreendedora, distratos, blockchain, contratos eletrônicos e meios de privilegiar a experiência do cliente na jornada de compra pautaram as demais palestras. O potencial do mercado do interior paulista, bem como as oportunidades trazidas pela tecnologia às imobiliárias e o desafio de interpretar uma sociedade que não pode mais ser medida pela renda, classe social, gênero, religião e outros dogmas, completaram o rico e abrangente conteúdo do evento, que certamente mudou a visão do público presente.

Flavio Amary é presidente do Sindicato da Habitação do Estado de São Paulo (Secovi-SP) e reitor da Universidade Secovi

Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo.

* campos obrigatórios

Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo.

* campos obrigatórios

SEDE: Rua Doutor Pedrosa, 475 - Centro
Tel/Fax: (41) 3259-6000 - CEP 80420-120 - Curitiba - Paraná - Brasil

© 2013 Sistema SECOVI-PR. Todos os direitos reservados.