Escolha em qual região deseja encontrar o SECOVIMED?





25/09/2018

Condôminos se unem para contratar segurança privada em suas ruas

Moradores também querem se sentir seguros fora dos portões de seus prédios; veja os cuidados para contratar o serviço

Hoje em dia, um dos principais atrativos oferecidos pelos condomínios residenciais é a infraestrutura de segurança: guaritas, portões eletrônicos, porteiros, câmeras de vídeo e cercas elétricas. Porém, a tranquilidade intramuros garantida por esses equipamentos não é a mesma encontrada pelos condôminos do lado de fora dos portões, o que tem unido moradores de condomínios diferentes para contratar empresas de vigilância para fiscalizar ruas e avenidas. 

Uma das iniciativas mais vistosas desse tipo de ação acontece no  Horto Florestal, onde a associação de moradores do bairro contratou uma equipe de vigilância para trabalhar em cooperação com as polícias militar e civil, para aumentar a sensação de segurança de que quem reside ou trabalha ali.

De acordo com o presidente da AMO Horto, Coda Leal Costa, o número de ocorrências despencou. “Toda a comunidade de moradores estava preocupada, pois tivemos casos de sequestro, roubo de automóvel, assalto a pedestres e estabelecimentos comerciais”, explica. “Foi necessário fundar uma associação de moradores, triar  empresas e contratar o serviço. Desde então, o número de ocorrências caiu, de quatro, por dia, para uma em dois meses”, afirma. Ele aponta, ainda, que o trabalho de prevenção e monitoramento feito em conjunto com a polícia já ajudou inclusive na identificação e prisão de suspeitos.

Estudo

De acordo com Michele Mendes, coordenadora operacional da Max Forte, empresa responsável pela vigilância externa nas ruas do Horto, apesar dos 18 anos de experiência, a proposta de serviço foi inédita, fato que demandou um estudo muito cuidadoso sobre o plano de ação a ser adotado na região. 

“Realizamos um trabalho de prevenção e gerenciamento de risco. Temos vigilantes em ronda e fixos em pontos estratégicos, trabalhamos em conjunto com as equipes de segurança dos condomínios e a polícia. Se ocorre algo suspeito na região, o porteiro aciona o vigilante que vai verificar; se há perigo, a polícia é acionada”, relata. 
Ela diz que depois da primeira experiência com o Horto, sistemas similares já começaram a ser implementados em outros bairros de Salvador, como Patamares e Candeal.

Pacto pela Vida

Além do trabalho realizado pela empresa privada, uma das ações essenciais para melhorar a situação da segurança no Horto foi realizada diretamente entre os condomínios e a Polícia Militar, através do Pacto Pela Vida. Segundo Coda Leal, 450 funcionários de portaria dos conjuntos residenciais foram capacitados pela PM, recebendo instruções sobre ações preventivas e estratégias para melhorar a eficiência na vigilância condominial. 

Segundo o Capitão Bruno Ramos, qualificação semelhante pode ser solicitada pelo conselho comunitário de qualquer bairro diretamente com a Companhia de Polícia que atua na área. “Nós recomendamos que as administrações condominiais de uma mesma área se unam e solicitem o curso para formar uma turma”, aconselha o militar.

O que saber para contratar vigilância para o seu bairro


Regularidade:  O presidente do Conselho Comunitário de Segurança Pública do Costa Azul, Stiep e Jardim Armação, Bruno Cardoso, recomenda a verificação da regularidade da empresa antes da contratação. “Verifique a situação legal junto à Polícia Federal e entidades de classe, como o Sindicato das Empresas de Segurança Privada (Sindesp)”, diz
.
Documentação: Os documentos que devem ser cobrados da empresa contratada são: certificado de segurança, autorização de funcionamento, alvará de revisão de autorização de funcionamento, certidões negativas de INSS, FGTS, impostos municipais, estaduais e federais, comprovante de recolhimento de contribuição sindical do exercício atual (GRCS).

Experiência: Pesquise o histórico da empresa, locais onde o serviço foi prestado, resultados obtidos e depoimentos de contratantes. Tudo para que a relação não azede após a contratação.

Estrutura: A frota de veículos, situação do fardamento, bases de apoio e rádios de comunicação devem passar por renovação constante para que o serviço seja feito com eficiência.

Planejamento: Esteja atento ao planejamento que será oferecido pela empresa de segurança. Verifique se as ações propostas estão de acordo com a realidade do bairro e atende aos anseios da maioria comunidade.

Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo.

* campos obrigatórios

Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo.

* campos obrigatórios

SEDE: Rua Doutor Pedrosa, 475 - Centro
Tel/Fax: (41) 3259-6000 - CEP 80420-120 - Curitiba - Paraná - Brasil

© 2013 Sistema SECOVI-PR. Todos os direitos reservados.