Escolha em qual região deseja encontrar o SECOVIMED?





03/08/2020

Desocupação de imóveis comerciais sobe 16,5% em Curitiba na pandemia

MERCADO IMOBILIÁRIO

A desocupação de imóveis comerciais em Curitiba, que apresentava tendência de queda desde outubro de 2017, subiu 16,5% entre março e julho deste ano, voltando a patamares de 33 meses atrás, quando o país se recuperava de uma recessão econômica. Os dados são de uma análise do mercado de locação feita pelo Instituto Paranaense de Pesquisa e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário e Condominial (Inpespar) e refletem uma resposta das empresas à crise provocada pela pandemia no novo coronavírus, segundo o presidente da entidade, Jean Michel Galiano.

“O mercado imobiliário tem uma resposta muito rápida ao cenário econômico”, diz Galiano. Em julho, a oferta de unidades comerciais para locação chegou a 6.092, maior índice desde outubro de 2017, quando o estoque era de 6.128. De lá até março de 2020, o total de imóveis disponíveis no segmento havia caído a 5.230.