Escolha em qual região deseja encontrar o SECOVIMED?





26/11/2014

Falta de manutenção em elevadores pode provocar acidentes

A idosa Maria do Socorro Fernandes de Oliveira, de 70 anos, faleceu após ser vítima de um acidente em um elevador no prédio residencial onde morava seu filho.

O incidente ocorreu na cidade de João Pessoa (PB), em 1º de outubro, data que coincide com o Dia do Idoso.
Os cabos de suspensão se romperam e o elevador despencou do segundo andar ao térreo com a idosa dentro dele. Maria do Socorro sofreu fraturas expostas nas pernas e outros ferimentos. Ela chegou a ser conduzida ao hospital, mas não resistiu à gravidade dos traumas e morreu.
Os elevadores são equipamentos já bastante popularizados em edificações comerciais e residenciais que proporcionam maior conforto e agilidade aos seus usuários. Porém, é necessário lembrar que, assim como qualquer outra máquina, eles precisam passar por vistorias e manutenções periódicas para garantir a qualidade e segurança de seu funcionamento.
Caso contrário, desobedecendo o calendário de vistorias, corre-se o risco de se assistir a tragédias como a citada no início desta matéria. É válido também ressaltar que, em caso de negligência comprovada, o síndico pode ser responsabilizado por possíveis acidentes que venham a ocorrer.
É obrigação do síndico providenciar as manutenções mensais dos elevadores e estas devem obedecer a um rigoroso controle de qualidade, portanto, a contratação de empresas especializadas no serviço com credibilidade reconhecida é o primeiro passo para assegurar a “saúde” e funcionalidade dos elevadores.
Administradores de condomínio precisam estar muito atentos na hora de fechar contrato com uma empresa se assistência a elevadores. Ela necessita de critérios mínimos para operar: Possuir engenheiro responsável, ter registro no CREA, atendimento em todos os dias do ano (sem exceção), 24 horas por dia.
Atualmente, todos os estabelecimentos com elevadores devem obedecer à NBR 15.597 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). A norma foi revista em 2008 e trouxe avanços significativos, estabelecendo regras para a melhoria da segurança dos elevadores de passageiros existentes, com o objetivo de atingir um nível de segurança equivalente a um elevador recentemente instalado.
A manutenção completa inclui a limpeza e lubrificação de peças, teste do alarme e intercomunicadores e análise de todo o equipamento de elevador para garantir que é seguro e está funcionando corretamente. Fazendo isso, as chances de danos irreparáveis a uma peça – ou ao todo – são mínimas. A lógica é a de gastar um pouco todos os meses com prevenção para evitar um gasto maior no futuro.

Fonte: Jornal do Síndico

Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo.

* campos obrigatórios

Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo.

* campos obrigatórios

SEDE: Rua Doutor Pedrosa, 475 - Centro
Tel/Fax: (41) 3259-6000 - CEP 80420-120 - Curitiba - Paraná - Brasil

© 2013 Sistema SECOVI-PR. Todos os direitos reservados.