Escolha em qual região deseja encontrar o SECOVIMED?





27/01/2020

Guia para cultivar plantas em apartamentos

Quais espécies são mais adequadas? E como cuidar delas no dia a dia?

Plantas podem dar um toque especial a qualquer ambiente. Elas enchem o espaço de cor e vida, além de oferecer conexão com a natureza mesmo em meio às cidades mais populosas. Não é à toa que vasos com as mais variadas espécies são elementos populares na decoração de interiores. Contudo, é essencial lembrar que, muito mais do que itens estéticos, as plantas estão vivas e precisam de cuidados rotineiros. Para dar uma mãozinha nesse quesito, reunimos cinco dicas para manter as plantinhas bonitas e saudáveis dentro de apartamentos. Confira: Atenção com as espécies

Nem todas as plantas vivem bem em ambientes internos. Então, antes de adquirir uma plantinha para chamar de sua, é preciso conferir quais são as espécies que se adaptam aos apartamentos. As samambaias, por exemplo, são resistentes e podem ter uma vida muito longa nesses espaços, desde que bem cuidadas. Elas gostam de umidade e de iluminação baixa e indireta. Por isso, vale deixá-las em cantos mais sombreados do cômodo e borrifá-las com água ao menos uma vez por dia.

s suculentas também fazem sucesso dentro de casa. Elas são plantinhas charmosas e que demandam pouquíssimo cuidado. Precisam de bastante luminosidade, mas de pouca água, já que possuem a capacidade de armazená-la em suas folhas. Logo, só é preciso regar quando o solo estiver seco – certamente, não mais do que uma vez por semana.

Além dessas opções, também há outras, como as espadas-de-São-Jorge, as jiboias e as patas-de-elefante.

Adubo para crescer bem

Para manter as plantas fortes, bonitas e saudáveis, é essencial dar atenção à adubagem do solo, que precisa ter seus nutrientes repostos de tempos em tempos. Alguns restos de comida, como cascas de frutas e vegetais, podem servir para enriquecer a terra. Nesses casos, triturar os alimentos e misturá-los ao solo costuma bastar. A orientação geral é usar fertilizante a cada três meses. Mas é claro que cada espécie é diferente entre si. Assim, o melhor é pesquisar o que é melhor para sua plantinha antes de estabelecer esse cronograma.

Beleza + utilidade

E o encanto de algumas plantas vai muito além das aparências. Certas espécies, além de ficarem bem na cozinha ou na sala de estar, contêm certas funcionalidades. A lavanda, por exemplo, é uma planta medicinal, com um aroma suave que pode ser usado para aliviar dores e tensões. Já o manjericão, que também tem um cheiro marcante, serve como tempero. Cultivá-lo com outras plantinhas, como hortelã, salsinha e alecrim, é um passo para dar forma a uma pequena horta de apartamento.

Fonte: G1-Paraná

Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo.

* campos obrigatórios

Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo.

* campos obrigatórios

SEDE: Rua Doutor Pedrosa, 475 - Centro
Tel/Fax: (41) 3259-6000 - CEP 80420-120 - Curitiba - Paraná - Brasil

© 2013 Sistema SECOVI-PR. Todos os direitos reservados.