Escolha em qual região deseja encontrar o SECOVIMED?





11/12/2018

Natal e Ano Novo aumentam a busca por aluguel de chácaras

Deixar a busca pelo imóvel para última hora pode colocar a sua festa de final de ano em risco.
Conhecer
               bem o imóvel antes de alugar faz toda a diferença na hora de aproveitar as festas
Conhecer bem o imóvel antes de alugar faz toda a diferença na hora de aproveitar as festas

As festas de final de ano estão próximas e, com elas, vem a alegria de poder aproveitar esse feriado prolongado ao lado daqueles que amamos. Para isso, nada melhor do que encontrar um lugar propício para curtir as festas da melhor forma: com piscina, churrasco e momentos de lazer com a família e os amigos.

E não é de hoje que as chácaras têm sido a primeira opção daqueles que desejam reunir todo mundo para curtir as festas de Natal e Ano Novo. É essencial saber como alugar uma chácara de maneira segura e sem correr o risco de ficar na mão. Portanto, se você ainda não reservou nem procurou a sua, fique atento para não passar o feriado prolongado em casa.

Segundo a dona de casa Elaine Colla, que aluga sua chácara em finais de semana para lazer, a procura por esse tipo de ambiente se intensifica a partir de setembro, quando o clima começa a esquentar. Mas é somente em dezembro que a procura realmente cresce: Natal, Ano Novo e Carnaval são os pontos altos para quem tem esse tipo de imóvel para alugar.

Porém, assim como a busca por esses locais aumentam, o preço também é consideravelmente maior. Quem quer passar esse período festivo em uma chácara deve estar preparado para se deparar com os preços das diárias valendo até 50% a mais do que costumam valer em outras épocas do ano. Além de que, devido à grande procura por esses imóveis para realizar as confraternizações de final e início de ano, deixar para garantir a sua de última hora é um grande risco: “É bem melhor procurar fechar contrato lá pelo mês de julho ou agosto, se antecipando. Se o cliente deixar para tentar alugar muito próximo a essas datas, é difícil encontrar e os valores são maiores ainda”, afirma Elaine.

Também é importante ter um cuidado redobrado na hora de escolher a chácara que será alugada. Geralmente, imobiliárias não costumam realizar a locação de imóveis por um curto período de tempo e somente pessoas físicas realizam essa locação. Por isso, é essencial que você esteja atento às opções oferecidas e se o locatário é realmente de confiança, evitando assim ser enganado em pleno período festivo.

O valor médio do aluguel para o final de semana nessa época do ano costuma ser entre R$ 2 mil e R$ 3 mil, porém esses valores costumam variar de imóvel para imóvel. No geral, os locatários costumam estabelecer o preço de acordo com a estrutura que a chácara oferece, sendo mais valorizada quando possui piscina, campo de futebol, maior número de quartos, churrasqueira, estacionamento e mobília completa. Além, é claro, de também considerar a quantidade de dias que você pretende passar no local.

Nesses casos, para não correr o risco de ser alvo de um golpe em relação ao preço do aluguel, esteja atento. “Busque sempre os meios de divulgação e publicação para comparação de valores, pois ajudará muito a saber se aquele imóvel está dentro do preço adequado de locação. Sempre compare a localização, o acesso, as acomodações, números de quartos, espaço de área de lazer e até mesmo a mobília e sempre desconfie de preços muitos baixos”, explica o corretor de imóveis Guilherme Neilly.

Segundo o corretor, algumas outras indicações que costumam ser dadas na hora de locar uma chácara para lazer é sempre fazer uma visita prévia ao imóvel ou até mesmo pesquisar fotos pelo Google Earth, a fim de conhecer bem a localização. Procure saber outras informações adicionais que podem ser importantes para o bom aproveitamento do período em que estiverem no local, como regras de entrada e quais as suas responsabilidades em relação ao consumo e energia. Isso evita surpresas indesejadas.

Além disso, lembre-se de não deixar de realizar um contrato por escrito na hora da locação, mesmo que esta seja por apenas um final de semana. Nesse contrato, é importante que conste dados completos, tanto do locador quanto do locatário do imóvel, como nome, RG, CPF, telefone e endereço. “A lei nº 8.245/91 regulamenta a locação de imóveis. Contrato ‘de boca’ normalmente não abrange nem assegura todos os direitos e deveres estabelecidos na legislação”, conta Neilly.

O corretor ainda explica que, em relação às cláusulas contratuais básicas, é indispensável que haja uma descrição precisa do objeto de locação, além de informar corretamente pontos estabelecidos que ambas as partes estejam de acordo, como o período de abrangência do contrato, dias máximo de estadia, valor total da locação, forma de pagamento, descrição integral do mobiliário e utensílios presentes no local, caso se trate de imóvel já mobiliado.

Golpes envolvendo esse tipo de aluguel são mais comuns do que se imagina, portanto, conheça bem o local que será alugado antes de fechar contrato. Assim, além de poder aproveitar em uma chácara com total qualidade para você e sua família, você também evita a infelicidade de ser enganado na época mais esperada do ano.

Vale lembrar que, em caso de golpe envolvendo esse tipo de aluguel, poderá ser aberto um processo disciplinar contra o corretor ou imobiliária que fez a locação. “Deverá fazer e levar por escrito a denúncia ao Creci - Conselho Regional dos Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo, no endereço rua Reverendo Vidal, nº 480, Jardim Alto Rio Preto - ou no próprio site do órgão. Se houve prejuízos financeiros e se for feito a intermediação diretamente com o proprietário, deverá fazer a denuncia no Procon ou no Juizado Especial de pequenas causas”, explica o representante da região de Rio Preto do órgão Creci, Ney Pietro.

Fonte: Diário da Região 

Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo.

* campos obrigatórios

Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo.

* campos obrigatórios

SEDE: Rua Doutor Pedrosa, 475 - Centro
Tel/Fax: (41) 3259-6000 - CEP 80420-120 - Curitiba - Paraná - Brasil

© 2013 Sistema SECOVI-PR. Todos os direitos reservados.