Escolha em qual região deseja encontrar o SECOVIMED?





13/11/2018

Os benefícios de se investir em imóveis de luxo

Saiba quais são as características e quanto custa um apartamento de alto padrão.

Falar em investimentos no atual cenário da economia no Brasil sempre gera dúvidas, ainda mais quando estamos nos referindo a imóveis de alto padrão. Pode parecer contraditório e até arriscado, mas este mercado, por mais incrível que pareça, não foi abalado pela crise à qual o país atravessa. Trata-se de uma escolha segura e rentável, pois, com o passar do tempo, ele tende a ser ainda mais valorizado.

Há, além da possibilidade da venda, a opção do aluguel destes apartamentos. Como a oferta desse produto para aluguel é menos abundante, então há liquidez. Isso, portanto, ainda permite que o investidor possa comercializar o imóvel posteriormente. A valorização é quase imediata, principalmente pelas vantagens que ele oferta, tanto para venda quanto para aluguel.

A valorização dos imóveis de luxo nos grandes centros urbanos

Segundo um estudo da consultoria New World Wealth, o Brasil é o décimo país com maior número de multimilionários. De acordo com outro relatório – este da BRICS Wealth Book –, o país tem quatro capitais num ranking de dez cidades que mais concentram os “ricaços” entre as nações do BRICS (grupo formado também por Rússia, Índia, China e África do Sul). São Paulo é a 17ª cidade que mais possui os “endinheirados”, com cerca de 4.400 deles, mostrando que vale a pena investir em imóveis de luxo em SP. Além da capital paulista, Rio de Janeiro, com 2.200 multimilionários, aparece na 27ª posição mundial.

Ter uma grande concentração de fortuna em São Paulo não é lá uma grande novidade, afinal, o município é considerado o principal centro financeiro, corporativo e mercantil da América do Sul. Conheça os bairros paulistas com maior acúmulo de renda e imóveis de luxo, segundo dados do IBGE:

1) Moema: é o bairro com a maior concentração de renda por habitante, onde, em média, cada pessoa com mais de 10 anos tem rendimento mensal de R$ 7.384,73;

2) Morumbi: a média de rendimento mensal de cada morador do bairro é de R$ 6.959,73;

3) Jardim Paulista: o bairro concentra habitantes com rendimento médio mensal de R$ 6.647,48 por pessoa;

4) Alto de Pinheiros: tem rendimento médio mensal de R$ 6.169,36 por morador;

5) Itaim Bibi: o bairro registra média de rendimento mensal de R$ 6.004,91 por pessoa.

Quais as características de um imóvel de luxo

Se pretende investir no ramo, alguns fatores são preponderantes para determinar o que é um imóvel de luxo e, principalmente, para impulsionar a valorização do apartamento após a compra. Vamos a eles:

- Localização
A unidade residencial precisa estar bem localizada. Fatores como a segurança do bairro, arborização, presença de comércio e vias de acesso próximas ao empreendimento aumentam bastante o valor do seu imóvel.

- Conforto
Os imóveis de luxo são construídos para pessoas exigentes e um dos aspectos mais importantes é o conforto. Essas residências apresentam, geralmente, em seus projetos, uma sala de televisão com paredes acústicas, suítes enormes acompanhadas de closets, janelas grandes e cozinha com materiais nobres, entre outros atributos.

- Infraestrutura
Ainda na questão dos compradores que prezam pela excelência, empreendimentos do tipo costumam oferecer elevadores privativos, áreas gourmet, piscinas, quadras, salão de festas e de jogos, sauna, espaços exclusivos para animais de estimação, serviços domésticos, entre outros aparatos.

- Segurança
Um imóvel de luxo exige uma segurança do mais alto gabarito, visto que seus moradores pertencem a uma classe social mais alta e, consequentemente, são mais visados pelos criminosos. Com isso, nesses locais é possível encontrar unidades de monitoramento 24 horas, portaria para os pedestres, portões de garagem para os veículos e serviço de guarita. A grande maioria dessas residências é planejada com uma segurança que envolve tecnologia de ponta.

Quanto custa um imóvel de luxo?

Ter um imóvel de luxo não é para qualquer um. Através de pesquisa feita em apartamentos comercializados na cidade de São Paulo pela plataforma digital Mudee, esse tipo de residência pode variar de R$ 495 mil a até R$ 5,6 milhões. A diferença de valores muda de acordo com o tamanho do apartamento e da localização dele. Veja alguns exemplos:

R$ 495 mil: Vila Mariana, 1 quarto, com 44 m²;
R$ 1,5 milhão: Planalto Paulista, 3 quartos, com 400 m²;
R$ 2,2 milhões: Alto da Boa Vista, 4 quartos, com 500 m²;
R$ 3,18 milhões: Brooklin Novo, 4 quartos, com 420 m²;
R$ 4,9 milhões: Vila Nova Conceição, 2 quartos, com 276 m²;
R$ 5,6 milhões: Vila Tramontano, 5 quartos, com 1235 m².

Fonte: Folha Geral







Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo.

* campos obrigatórios

Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo.

* campos obrigatórios

SEDE: Rua Doutor Pedrosa, 475 - Centro
Tel/Fax: (41) 3259-6000 - CEP 80420-120 - Curitiba - Paraná - Brasil

© 2013 Sistema SECOVI-PR. Todos os direitos reservados.