Escolha em qual região deseja encontrar o SECOVIMED?





10/11/2017

PR terá mais R$ 246 mi para construir 3.331 moradias

As famílias beneficiadas pagarão prestações que vão de R$ 80 até R$ 270 ao mês durante dez anos de financiamento, o equivalente a cerca de 10% do valor do imóvel

O governo federal liberou uma cota com 3.331 novas casas populares a serem construídas no Paraná. Os projetos representam investimentos de mais R$ 246 milhões para o setor de habitação popular e serão destinados a municípios que apresentaram projetos com o auxílio da Cohapar.

A liberação é resultado de uma série de agendas do governador Beto Richa no Ministério das Cidades e na Caixa Econômica Federal nas últimas semanas, em Brasília.

Esta é a segunda etapa de seleção promovida pela União, que já havia contemplado o Paraná com 1.352 unidades em sua primeira fase, com projetos orçados em R$ 98 milhões. Em ambos os casos, as obras serão executadas por construtoras que apresentaram as propostas em conjunto com os municípios.

O governador Beto Richa já havia destacado a articulação entre os governos estadual e federal durante a entrega do maior conjunto habitacional da história da Cohapar, com 2.089 casas e apartamentos em Cascavel, no fim de setembro, com a presença do ministro das Cidades, Bruno Araújo. “A parceria com o governo federal, que agora se afina, é de respeito, de trabalho, e beneficia todos os municípios do Paraná”.

Os empreendimentos serão financiados com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial e são destinados para o grupo da faixa 1 do programa Minha Casa Minha Vida, que é composto por famílias com renda mensal de até R$ 1.800.

Além dos subsídios do programa federal, a construção dos novos empreendimentos contará com os incentivos do programa Morar Bem Paraná, que incluem a assessoria técnica da Cohapar e parcerias da Copel e Sanepar para a instalação dos sistemas de energia elétrica, água e esgoto.

Com os aportes, as famílias beneficiadas pagarão prestações que vão de R$ 80 até R$ 270 ao mês durante dez anos de financiamento, o equivalente a cerca de 10% do valor do imóvel.

Segundo o presidente da Cohapar, Abelardo Lupion, a articulação do Governo do Estado junto ao governo federal foi fundamental para a conquista dos investimentos. “O Paraná foi o terceiro Estado que mais recebeu recursos da União nesta etapa”, afirmou. “Com as parcerias dos órgãos estaduais, os municípios não precisarão arcar com praticamente nada pelos empreendimentos”, acrescentou Lupion.

 

CIDADES CONTEMPLADAS

Os municípios selecionados nesta etapa foram Califórnia, Campo Largo, Carambeí, Conselheiro Mairinck, Contenda, Curitiba, Engenheiro Beltrão, Figueira, Foz do Iguaçu, Guaíra, Guaratuba, Itambaracá, Itaúna do Sul, Ivaí, Jaguariaíva, Jundiaí do Sul, Leópolis, Lobato, Lupionópolis, Manoel Ribas, Palmas, Palmeira, Pérola, Porecatu, Rio Azul, Rio Branco do Ivaí, Rio Negro, Santa Mariana e São Tomé.

Fonte: Diário Indústria & Comércio

Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo.

* campos obrigatórios

Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo.

* campos obrigatórios

SEDE: Rua Doutor Pedrosa, 475 - Centro
Tel/Fax: (41) 3259-6000 - CEP 80420-120 - Curitiba - Paraná - Brasil

© 2013 Sistema SECOVI-PR. Todos os direitos reservados.