Escolha em qual região deseja encontrar o SECOVIMED?





09/08/2017

Receita Federal sugere investimento de dinheiro da restituição no Tesouro Direto

Mensagem está no site da Receita e aparece para contribuintes que vão receber a restituição durante a consulta.

O contribuinte que acessa o 3º lote de restituição do Imposto de Renda 2017 e tem o dinheiro liberado recebe uma sugestão da própria Receita Federal do que fazer com o dinheiro. Em mensagem no site, a Receita Federal sugere que o contribuinte invista o valor restituído no Tesouro Direto, um sistema de venda de títulos públicos federais para pessoas físicas pela internet.

A mensagem aparece ao pé da tela e diz o seguinte: “Ao consultar o andamento de sua restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física, confira as oportunidades que o Tesouro Direto traz. Para o contribuinte que busca liquidez, segurança e rentabilidade, títulos públicos representam uma excelente alternativa de investimento a custos muito baixos. Visite o site do Programa: www.tesourodireto.gov.br.”

O G1 entrou em contato com a Receita Federal sobre o motivo da sugestão de investimento e foi informado de que a informação é divulgada nas consultas desde junho de 2011.

Economistas e representantes de entidades de defesa do consumidor veem de forma diferente a iniciativa da Receita Federal.

A advogada e representante da Proteste (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor), Sonia Amaro, acredita que a prática é uma forma de induzir as pessoas a realizar o investimento. "O que deveria haver ali é uma mensagem pedindo que o contribuinte tenha muita cautela ao utilizar esse valor", aponta.

Já o economista Miguel de Oliveira, da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), disse que, embora a prática seja estranha, não há nada que impeça a Receita Federal de recomendar o investimento do dinheiro da restituição no Tesouro Direto.

Ele afirmou ainda que Tesouro Direto é um bom investimento, ainda que a taxa básica de juros esteja em queda. "O Tesouro Direto ainda é um investimento seguro. Ele vai render menos (com a queda dos juros), mas todas as aplicações que seguem a Selic vão", afirma.

Ao investir no Tesouro Direto, o contribuinte compra um título público, ou seja, empresta dinheiro para o governo em troca do direito de receber no futuro uma remuneração pelo empréstimo. Os títulos públicos são 100% garantidos pelo Tesouro Nacional.

Os títulos públicos são ativos de renda fixa, ou seja, o rendimento pode ser dimensionado no momento do investimento, ao contrário dos ativos de renda variável (como ações). Por isso, o tipo de investimento é considerado mais conservador, ou seja, de menor risco.

Fonte: G1|Globo.com

Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo.

* campos obrigatórios

Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo.

* campos obrigatórios

SEDE: Rua Doutor Pedrosa, 475 - Centro
Tel/Fax: (41) 3259-6000 - CEP 80420-120 - Curitiba - Paraná - Brasil

© 2013 Sistema SECOVI-PR. Todos os direitos reservados.