Escolha em qual região deseja encontrar o SECOVIMED?





28/11/2018

Verão eleva procura por imóveis de praia

Período aquece o mercado imobiliário tanto para a compra e venda, como também para aluguel, e construtoras e imobiliárias se preparam para a alta na demanda.
Beach Flat Serrambi tem três tipologias de imóveis e está com 80% do empreendimento vendido. Foto:
               Max Plural/Divulgação

O setor da construção civil ainda espera uma retomada da economia brasileira para voltar a crescer, porém esta época do ano é favorável para um nicho de mercado em Pernambuco. Com a chegada do verão, a demanda por casas no litoral tende a crescer. E o incremento acontece tanto no quesito de compras e vendas, como também no de aluguel. Além disso, o momento também se mostra favorável para quem deseja adquirir um imóvel, inclusive para quem tem o sonho de ter um na praia. Para aproveitar esta época de maior procura, as construtoras e imobiliárias já se preparam para atender o movimento de alta.

A sazonalidade do verão é considerada bastante expressiva para o setor e há um incremento na demanda por casas no litoral a partir do início de setembro. "A gente realmente verifica esse movimento no mercado e neste ano não está sendo diferente, a procura está muito boa, tanto para compra e venda como para locação", diz Elísio Cruz, diretor de Assuntos Institucionais do Sindicato da Habitação de Pernambuco (Secovi-PE). Para ele, atualmente existem mais opções para quem deseja comprar ou alugar um imóvel na praia. "Surgiu uma quantidade grande de produtos na região praieira porque, além das casas de veraneio, tem também a oferta relativamente grande de produtos como apart hotéis e estúdios, por exemplo. E o que tem crescido também é a demanda por locação temporária, para um final de semana ou alguns dias", completa.

A construtora Max Plural trabalha com produtos no litoral e já entregou os empreendimentos Enseada Beach Flat, Aqua Azul Beach Flat, Laguna Beach Flat, todos no litoral de Ipojuca. Hoje a empresa conta com o Beach Flat Serrambi, no Litoral Sul. "A gente tem uma forte procura, que começa no mês de julho, mas intensifica a partir de setembro porque é o período que começa o verão de fato. A gente vê a necessidade maior dos clientes, que procuram mais as construtoras nesta época e isso impulsiona as nossas vendas. A demanda cresce em 30% neste período", afirma Karine Monteiro, gerente comercial da Max Plural.
O Beach Flat Serrambi, lançado em setembro de 2017, está em fase de construção, com 80% do empreendimento vendido e previsão de entrega para abril de 2021. "Ele é um condomínio residencial e a vantagem dele é que tem três tipologias de apartamento, com valores a partir de R$ 243 mil", complementa.

Na imobiliária Eduardo Feitosa, a procura por imóveis de praia dobra neste período. "No verão, as pessoas estão circulando mais pelo litoral, o movimento da praia cresce e a procura por imóveis no local também", conta o diretor Eduardo Feitosa. Ele acrescenta que nos períodos de feriadões e de Natal e Réveillon a procura chega a triplicar ou até mesmo quadruplicar. "A gente não tem muita oferta de aluguel, temos mais de vendas. Mas a demanda cresce muito para os dois e a gente fecha mais negócios com isso", diz.

Momento ideal
Para Elísio Cruz, a expectativa para o mercado imobiliário é que ele seja o último a se reestabelecer com a retomada da economia porque o preço do imóvel não é barato e o consumidor precisa estar seguro para comprar, mas que as perspectivas já são mais positivas. "Quando a economia é vista de forma positiva, a tendência é que o mercado melhore. E existe um fator que é fundamental, que é a confiança, que está sendo retomada", comenta.

O aumento da curva de ascensão já está sendo sentida no setor, mas, segundo o diretor do Secovi-PE, este é o momento ideal para quem deseja comprar um imóvel, inclusive no litoral do estado. "Hoje os preços estão baratos, a hora de comprar é agora porque vai estar comemorando daqui a dois ou três anos. Mesmo quem deseja um no litoral, o momento é esse porque, se deixar para comprar depois do verão no ano que vem, o mercado pode estar mais aquecido", conclui.

Fonte: Diário de Pernambuco 

Envie para seus amigos

Verifique os campos abaixo.

* campos obrigatórios

Comunicar Erro

Verifique os campos abaixo.

* campos obrigatórios

SEDE: Rua Doutor Pedrosa, 475 - Centro
Tel/Fax: (41) 3259-6000 - CEP 80420-120 - Curitiba - Paraná - Brasil

© 2013 Sistema SECOVI-PR. Todos os direitos reservados.